fbpx
Jornal Corporativo
Portal de artigos e estudos Contábeis, Periciais, Jurídicos e de Negócios

A necessidade de formar supervisores

Deve saber formar e motivar uma equipe de trabalho, orientar os componentes para executarem um trabalho em equipe

0 61

A necessidade de formar supervisores

As empresas de uma forma geral necessitam hoje de homens de ação, de pessoas que realmente decidam de forma correta os problemas que aparecem no dia a dia, tanto no relacionamento comercial com os clientes, fornecedores, como também na área de recursos humanos, ou níveis diferentes entre empresa e empregado.

Estas pessoas devem cuidar dos problemas diários, apresentar soluções para os mesmos e decidir, sendo necessário que conheçam a fundo cada setor e atividade que esteja sob sua orientação.

Podemos encontrar um mesmo sistema de trabalho dentro das atividades empresariais, em todos os ramos da produção de bens e serviços e este mesmo sistema, em qualquer lugar sempre parte da premissa de que para um determinado número de funcionários, de executores de ordens e tarefas, é necessário haver um número menor de pessoas que oriente, supervisione, de forma e ritmo ao desenvolvimento daquelas tarefas, ou seja, alguém que supervisione o cumprimento das rotinas de trabalho.

Nasce então a necessidade da figura do supervisor e a sua formação tem requisitos básicos para que consiga cumprir a sua missão e se esta missão na realidade é simples na medida que objetiva cumprir as metas estabelecidas pela empresa dentro de uma política de trabalho e filosofia de ensino já determinada a sua formação é morosa e complicada.

Conseguimos determinar qual a sua formação profissional a partir do levantamento das necessidades das empresas e as particularidades de cada equipe.

Conforme temos contatado o supervisor necessita conhecer o trabalho, Ter passado pelo aprendizado e uma de suas tarefas é de ensinar continuamente este trabalho para os componentes de sua equipe.

Deve saber formar e motivar uma equipe de trabalho, orientar os componentes para executarem um trabalho em equipe tal e qual um bom time de futebol e por outro lado deve cuidar do desenvolvimento de sua equipe para que ela cresça profissionalmente e culturalmente. Paralelamente deve fomentar o aparecimento de futuros supervisores.

Por outro lado deverá cuidar do acompanhamento de todos os passos da execução das tarefas, analisando se existe ou não produção e todo este trabalho é um contínuo exercício do poder da persuasão, combinado com relações humanas aplicado ao trabalho em equipe onde todos devem ser levados a participar ativamente dos processos de execução.

Walmir da Rocha Melges

Publicado no Correio de Lins – 21.22/09/91

 

Você gostaria de receber atualizações de nosso Jornal Corporativo em tempo real? Direto no seu celular ou desktop? Use nossa tecnologia de Notificação Push, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar